IGUAÇU, BICAMPEÃO DEL CAMPIONATO DI AMATOURI DEL CAPITALE

COM PROPRIEDADE, IGUAÇU VENCE E CONQUISTA O BICAMPEONATO DA SUBURBANA_MG_7349

 Uma final esperada há 40 anos e quem levou o título de 2017 da Suburbana, consequentemente o bi campeonato, foi a equipe do Iguaçu que jogou melhor durante a partida e venceu pelo placar de 2×0. Depois de duas partidas onde o Trieste foi o vencedor pelo placar de 1×0 na primeira partida e o Iguaçu na segunda pelo placar de 2×0, o que forçou a realização da terceira partida que, indiscutivelmente foi o Iguaçu vencedor.

TORCIDA
Cerca de 2500 pessoas estiveram presentes ontem no Estádio Egydio Peitrobelli para prestigiar o grande espetáculo(ver galeria de fotos da torcida) que contou com uma torcedora anônima do Iguaçu como tantos outros torcedores, Dona Idalina de 67 anos_MG_7409

conta que nasceu e cresceu no interior do estado ao lado de um campo de futebol. Apaixonada, quando veio morar no bairro, logo se encantou pelas cores do Iguaçu, inclusive o pequeno neto já ostentava a camisa que acabara de ganhar dos pais. A torcida foi um show à parte e com muito respeito. _MG_7889A família de Santa Felicidade se sentiu em casa e tanto torcedores do Trieste como Iguaçu fizeram uma grande festa. CONFIRA A GALERIA DE IMAGENS DA TORCIDA. 

JOGO
O jogo foi dominado pelo Iguaçu desde o inicio  com um bom posse de bola, enquanto o Trieste jogava nos contra ataques, e o domínio aparente do Iguaçu deu espaços para os atacantes do Trieste levarem grande perigo. A primeira grande chance foi do Trieste que tinha o goleador do campeonato Bruno Batata com a marca de 16 gols em 15 jogos disputados que infernizava a defesa Iguaçuense. Mas, o Iguaçu tinha um atleta que na primeira partida entrou no segundo tempo e foi pouco acionado, na segunda partida apareceu bem e foi eleito junto com Hideo os craques da partida, e nesta terceira partida, com Hideo jogando no sacrifício, já que estava atuando com a costela quebrada, chamou a responsabilidade do jogo para si. Estamos falando do craque da seleção brasileira de futebol 7, Feijão,_MG_7750 que simplesmente destruiu a defesa do Trieste com uma motivação fora do comum, o lateral esquerdo William como no filme Tropa de Elite, não aguentou a pressão do atacante e pediu para sair entrando Crasso em seu lugar. Feijão foi tão intenso para o lado de William que o técnico Ivo Petry pediu para o atacante orlei ajudar na marcação. Feijão esteve a ponto de marcar em duas oportunidade, uma no primeiro tempo, quando deu um toquinho na bola depois de ganhar dos marcadores e na saída do goleiro Rodrigão e com Grillo tirando em cima da linha. Na segunda etapa, Feijão fez a mesma jogada, desta vez pelo lado esquerdo e deu um biquinho na bola matando o goleiro e mais uma vez, Grillo tira em cima da linha. Na primeira etapa a melhor jogada do Trieste foi uma cabeçada do excelente zagueiro Romero que explodiu no travessão.
PREDESTINADO
Com uma atuação apagada no primeiro jogo onde foi substuído e entrando no final da partida no segundo, o atacante Igor mostrou ser um predestinado. Vindo mais uma vez do banco de reservas, Igor entrou no lugar de Alex Pinhais que saiu cansado e o técnico Juninho queria dar gás novo no time. Como Feijão já havia feito a parte dele cansando seus marcadores, inclusive em lance parecido, por duas vezes na segunda etapa, Feijão colocou o zagueirão Igor, que foi campeão brasileiro pelo Atlético paranaense em 2001 para correr. E quando os “Xarás” se encontraram, quem levou a melhor foi a melhor foi o atacante do Iguaçu que deu um corte para dentro e ficou na cara do Goleiro Rodrigão que saiu para abafar, mas Igor foi mais rápido e deu um leve toque por baixo do goleiro abrindo o placar e fazendo a festa da torcida do Galo de Santa Felicidade. 

O técnico Ivo tentou colocar velocidade no ataque colocando o atacante Edu Salles e tentar o empate e consequentemente, o título. Mas, não deu certo e mais uma vez Igor, aproveitando uma cobrança de escanteio de Luizinho Netto que também foi campeão brasileiro pelo Atlético em 2001, entrou com tudo marcando o segundo gol e sacramentando o título alvinegro e a torcida do Galo, enlouquecida, já começa começava a soltar o grito de “BICAMPEÃO!” Enquanto o time comemorava o segundo gol, o destaque da partida Feijão estava deitado na maca com o tornozelo quebrado. Um final triste para quem dá tantas alegrias com seus dribles desconcertantes tanto no Iguaçu, como no Operário Ahú onde foi tetracampeão e agora na Seleção Brasileira.

Vamos torcer para que se recupere e volte aos gramados o quanto antes. Feijão não deixou, mesmo com dores e com o pé com muito gelo e na tala, receber sua medalha de campeão. “Durante a matéria, recebemos a informação de que Feijão já foi operado na tarde deste domingo e passa bem.”  Depois da conquista do título, o presidente Jadir, muito emocionado, apareceu com uma faixa de campeão de 2017. Mais uma vez, uma boa atuação do árbitro Paulo Roberto Alves Junior que já está credenciado para apitar jogos profissionais com toda a autoridade. Seus assistentes também foram muito bem com o experiente Ivan Carlos Bohn e André Luiz Severo. O Iguaçu disputará mais uma vez a Taça Paraná, que ano passado ficou em segundo lugar. CONFIRA A SUPER GALERIA DOS MELHORES MOMENTOS DA PARTIDA

FESTA
após o apito final do árbitro, muita festa no Estádio do Iguaçu com entrega de medalhas e troféus aos atletas, volta olímpica e uma grande queima de fogos de artifício que anunciaram a conquista do BICAMPEONATO DO IGUAÇU. CONFIRA A GRANDE GALERIA DE FOTOS DA FESTA DO CAMPEÃO

PARABÉNS AO IGUAÇU PELA CONQUISTA DO BICAMPEONATO DA SUBURBANA

CAMPANHA

IGUAÇU 0 X 0 IMPERIAL
SANTA QUITÉRIA 0 X 1 IGUAÇU
IGUAÇU 0 X O NOVA ORLEANS
OPERÁRIO PILARZINHO 1 X 2 IGUAÇU
IGUAÇU 0 X 0 NOVO MUNDO
IGUAÇU 5 X 1 VILA SANDRA
GENTE DA GENTE 0 X 0 IGUAÇU
IGUAÇU 0 X 0 TRIESTE
VILA FANNY 2 X 2 IGUAÇU
UBERLÂNDIA 0 X 0 IGUAÇU
IGUAÇU 2 X 1 CAPÃO RASO
2ª FASE
CAPÃO RASO 0 X 1 IGUAÇU
IGUAÇU 5 X 4 CAPÃO RASO
3ª FASE
SANTA QUITÉRIA 1 X O IGUAÇU
IGUAÇU 2 X 0 SANTA QUITÉRIA – Decisão nas penalidades IGUAÇU 3 X 1 SANTA QUITÉRIA
4ª FASE – FINAL
IGUAÇU 0 X 1 TRIESTE
TRIESTE 0 X 2 IGUAÇU
IGUAÇU 2 X 0 TRIESTE – IGUAÇU CAMPEÃO

Foram 34 pontos em 18 jogos com 9 vitórias, 7 empates e apenas duas derrotas que foram na semifinal para o Quitéria e final para o Trieste. O Iguaçu marcou por 24 vezes e sofreu apenas 11 gols sendo o goleiro Felipe eleito o goleiro menos vazado com apenas 4 gols em 11 partidas.

SOCIEDADE OPERÁRIO BENEFICENTE E ESPORTIVA IGUAÇU
PRESIDENTE: JADIR SETTI – VICE PRESIDENTE: ANDERSON GONÇALVES – DIRETOR DE FUTEBOL: LUCIANO ROSSI – PRESIDENTE DO CONSELHO DELIBERATIVO E PRESIDENTE DE HONRA: ROMEU ESTIVAL – RELAÇÕES PÚBLICAS: ANA TREVISAN E CAMILA BRAGANHOLLO – SECRETÁRIO GERAL – SIDNEI TOALDO

ADERALDO, ALEX PINHAIS , BRAYAN, BRUNINHO, CAIO, CHAPOLIN, DOUGLAS, DUDU, EMERSON, FERNANDO(FEIJÃO), FELIPE MELO, CARLOS FILIPE, HELTON, HERICK, HIDEO, IGOR, JHON, JHONATAN LIMA, LEO GAGO, LEONARDO GILONEK, LUIZINHO NETTO, MARCELO TAMANDARÉ , RODRIGO. TÉCNICO: ALEI SILVA JR(JUNINHO), AUXILIAR :KLEBER CORDEIRO, PREPARADOR FÍSICO: CLAUDIR FRANCO, PREPARADOR DE GOLEIROS: WAGNER MILÉO, ROUPEIRO: WILSON ALVES(PELÉ), MASSAGISTA: GILSON DOS SANTOS

CRITICA – A FPF exige que seja feito o credenciamento com prazo determinado e nos jogos, sempre recolhe os coletes após a partida. Na final deste sábado era para ser a mesma coisa. Mas, o delegado da partida que não necessita ser comentado distribuiu colete de IMPRENSA ATÉ PARA O GANDULA.

Além disso, recolheu os coletes faltando em torno de 10 minutos para o encerramento da partida. Quando se encerrou, várias pessoas entraram para comemorar se misturando, dificultando o trabalho real e verdadeiro da imprensa que tiveram seu trabalho prejudicado.

TEXTO: VALQUIR KIU AURELIANO / AMADOR ESPORTIVO
FOTOS : ANDRÉ RODRIGUES E VALQUIR KIU AURELIANO / AMADOR ESPORTIVO

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *